Jó 42:2

"Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido."

07/04/2013

Ah, o amor!



Estão banalizando o amor!
Já dizem ‘Eu te amo’ com a mesma normalidade com que dizem ‘Bom dia’ – e talvez seja por isso que as frustrações tornaram-se cada vez mais frequentes!
Incrivel perceber como algumas pessoas conseguem gostar e deixar de gostar em questão de segundos! Num dia juram amor eterno e no outro já não amam mais! Pura conveniência ou mero fingimento?

Isso me incomoda muito sabe?! As pessoas mudam o status de relacionamento nas redes sociais para ‘namorando’, e no mesmo dia juram amor eterno. Frases de amor, fotos, confissões, declarações amorosas pra lá e pra cá…e depois de uma semana?! Próximooo da fila por favor! (Minha tpm dura mais que esse tipo de romance #fato)

Não tenho nada contra aqueles que querem ter infinitas namoradas ao longo da vida, mas o que me deixa triste é perceber o quanto as pessoas se tornaram descartáveis, o quanto parece divertido brincar com os sentimentos alheios, ferir o outro em troca de nada, trair a confiança pra se sentir mais valorizado…
No fundo todo mundo quer ser amado, se entregar, receber carinho e atenção. Mas essa desvalorização do amor está contaminando os relacionamentos; e algo que poderia ser tão intenso e fazer bem para os dois lados acaba se transformando em sofrimento, dor, tristeza, mágoa e decepção.

Meu objetivo através desse texto não é dar lição de moral em ninguém, e sim expor de alguma forma a minha opinião e indignação. O amor, pelo menos pra mim é algo de imensa importância e deveria ser muito mais valorizado

Diga ‘eu te amo’ todos os dias, o tempo todo, o dia inteiro…mas faça com que isso valha a pena, dizendo às pessoas que você realmente ama! E se não tiver certeza não diga, não brinque com os sentimentos das outras pessoas, e não seja mais um dos que banalizam o amor
E pra você que não sabe o verdadeiro significado desse sentimento…Vou descrevê-lo aqui:
 ”O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece,
não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;
não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;
tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor jamais acaba…” (1 coríntios 13)
Por: Camila Scherrer

Boa semana!
Beijooos

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons